Comunicação

Archive for abril, 2021

Psicóloga capixaba alerta para sintomas de transtornos mentais na infância

29 de abril de 2021

Crianças estão sujeitas a desenvolverem problemas de saúde mental, e o ambiente no qual elas estão inseridas podem desencadeá-los 

Assim como os adultos, crianças também podem desenvolver problemas psicológicos. Um estudo realizado pela Universidade de São Paulo (USP) monitorou a saúde mental de mais de nove mil crianças e adolescentes em todo o país, a pesquisa apontou que cerca de 9% das crianças apresentam ansiedade e 12% depressão. Situações como o chamado “estresse tóxico” – quando são expostas a situações atípicas e estressantes constantemente, por período prolongado e sem o apoio de um adulto próximo – na primeira infância, podem comprometer para o resto da vida. Psicóloga capixaba explica que fatores como relações familiares empobrecidas, ausência de afeto, violências física e verbal, entre outros comportamentos no ambiente onde a criança está inserida são algumas das causas.

A profissional especialista em clínica com crianças e educadora parental, Talita Espíndula, explica que alguns sinais no comportamento podem servir de alerta para os pais. “A saúde mental infantil é muito importante, pois é na infância que estamos construindo as bases para a vida adulta. É na infância que o indivíduo desenvolve a sua estrutura psicológica. Um ambiente desestruturado, que não se preocupa em proteger a criança de conflitos constantes é extremamente prejudicial para seu desenvolvimento e pode deixar sequelas difíceis de serem tratadas. Uma criança exposta a altos níveis de estresse pode estimular o corpo a produzir cortisol, um hormônio que prejudica a conexão entre neurônios, o que, se em excesso por muito tempo, pode desencadear transtornos como autismo, ansiedade, obsessivo-compulsivo (TOC), hiperatividade e déficit de atenção”, explica a psicóloga.

Sintomas mais comuns

Sobre os indicadores que demonstram complicações, a psicóloga explica. “Muitas pessoas fazem relação dos problemas de saúde mental em crianças como se fossem os mesmos dos adultos. Alguns sintomas nas crianças são ignorados ou vistos como parte do comportamento. Atitudes agressivas, irritabilidade, queda no desempenho escolar, atraso na comunicação, tristeza e alterações no sono e apetite podem indicar transtorno emocional. Identificar os fatores que causam esses comportamentos é o primeiro passo para que se possa deixar a saúde mental das crianças mais estável. Quanto mais cedo identificarmos, maiores são as chances de que não prejudiquem a formação dessa criança como adulto”, esclarece Talita.

Como os pais devem cuidar da saúde emocional dos filhos

A profissional reforça que é preciso que os pais tenham discernimento do que faz parte da educação e ações que podem trazer prejuízos para os filhos. Ela lembra que é necessário ensinar os limites e rotinas de forma respeitosa, pois as crianças precisam aprender tais habilidades para a vida. “Os pais devem ficar atentos aos ambientes em que as crianças estão expostas. É preciso também que elas tenham tempo livre para brincar e se divertir, limitar o tempo com telas de celular e tablet. Percebendo alterações severas no comportamento da criança, busque a ajuda de um profissional”, enfatiza a psicóloga.

A pandemia aproximou a relação entre pais e filhos

14 de abril de 2021

A pandemia aproximou a relação entre pais e filhos

Aparecida Epichin é diretora pedagógica da Upuerê Educação Infantil

Acredito que você já tenha ouvido que a pandemia mudou o mundo, é quase um clichê. Algumas dessas mudanças são extremamente notáveis, outras foram mais discretas, mas importantes. Para ser mais clara: ao ler este artigo, isso lhe custou tempo investido e esse talvez seja o bem mais precioso das pessoas. Para pais e mães que precisam trabalhar e dar conta dos afazeres da vida adulta, a falta de espaço na agenda faz com que, muitas  vezes, só haja tempo na semana para um beijo de boa noite ou um café da manhã em família com seus filhos. Como em um ciclo vicioso, perde-se tempo no trânsito, passa-se mais tempo no trabalho do que em casa e a situação se repete, dia após dia. 

O período de fechamento das instituições de educação infantil e a possibilidade de trabalho remoto deram a chance das famílias passarem mais tempo juntas, uma proximidade, talvez, para alguns, inédita. Foi possível ver os filhos crescerem, conviver e conhecê-los melhor, sem a supervisão de um relógio, um ano de 2020 sabático. Como toda situação traz um aprendizado, após o retorno das aulas da educação infantil em Vitória, percebi grandes diferenças na relação familiar. Pude notar pais mais empáticos com seus filhos e também com professores, pois o tempo os mostrou a importância da nobre missão de ensinar. 

Um dado positivo que o período de quarentena trouxe foi revelado por meio de uma pesquisa do Datafolha. O estudo realizado com 1.021 pais ou responsáveis de alunos de escolas públicas mostrou que 71% desses passaram a valorizar mais o trabalho desenvolvido pelos professores. Apesar da triste situação da pandemia, o aprendizado do isolamento tornou os pais mais próximos e tornou melhores conhecedores de seus filhos, apreciadores do tempo que passam juntos, além disso, fez com que pudessem valorizar o fundamental papel da escola.

Escola Upuerê, tradição em Educação Infantil, é a mais nova parceira do Anuidade Zero

9 de abril de 2021

Escola Upuerê, tradição em Educação Infantil, é a mais nova parceira do Anuidade Zero
Escola Upuerê, tradição em Educação Infantil, é a mais nova parceira do Anuidade Zero

Entre as mais tradicionais e conhecidas escolas de ensino infantil em Vitória, a Upuerê é a nova parceira do Programa Anuidade Zero da OAB-ES.   

Há mais de 27 anos, a escola infantil Upuerê atende crianças de 10 meses a 5 anos e tem como princípios o respeito às individualidades dos alunos em um ambiente de segurança afetiva, bem como a ação pedagógica orientada para a formação integral e integrada das crianças como cidadãos do mundo. 

A parceria com a OAB-ES possibilita que parte das parcelas de anuidade escolar seja revertida aos advogados cadastrados em forma de créditos, para desconto na anuidade da OAB-ES do próximo ano. 

A estrutura da Upuerê favorece um ambiente acolhedor em que, a partir do contato com a natureza, a criança realize pesquisas e por meio do brincar, vivencie a sua curiosidade e experiências significativas com as diferentes linguagens humanas. A escola de ensino infantil também conta com diferenciais na matriz curricular como: vivência bilíngue, musicalização, capoeira, cultura digital, culinária, entre outros. 

Em um local privilegiado, a escola infantil está localizada em um parque de 3.000 m² na rua Sérgio Mendonça Furtado, 23, na Enseada do Suá, em Vitória, com fácil acesso, próximo ao Ministério Público e ao Shopping Vitória.  

A expectativa da Instituição é oferecer aos filhos dos associados da OAB-ES um espaço exclusivo, repleto de possibilidades de aprendizado e, principalmente, de respeito à primeira infância, onde as crianças possam se desenvolver integralmente, na construção de suas habilidades cognitivas, motoras e sociais. 

A Upuerê funciona de acordo com as normas sanitárias para a Educação Infantil. A ampla estrutura da Escola conta com salas, refeitório, pátio e outros ambientes externos para atividades apropriadas a cada turma. A Casa Azul é destinada aos alunos de 0 a 2 anos e possibilita a entrada de pais na adaptação inicial. A Casa Verde tem entrada independente e atende aos alunos de 3 a 5 anos. 

Desde julho de 2020, a escola infantil Upuerê conta com a consultoria técnica de uma equipe composta por infectologistas e enfermeira, com especialização em controle de infecção hospitalar e experiência na atuação da prevenção da Covid-19 desde o início da pandemia. Os serviços prestados incluem avaliação, revisão e acompanhamento de todos os protocolos elaborados, visita técnica à instituição para avaliação dos ambientes internos, externos e treinamento para toda a equipe Upuerê. 

Mais informações: 

 LP Upuerê http://bit.ly/conheca_upuere  

Agende sua visita! http://upuere.rdweb.com.br/visita/   

Redes Sociais: 

Instagram: @upuere_escola  
Facebook: facebook.com/upuereeducacao