Por que a birra acontece e como os pais podem ajudar os seus filhos a superar um momento de birra?

4 de novembro de 2022

Por que a birra acontece e como os pais podem ajudar os seus filhos a superar um momento de birra? A birra é a manifestação de uma insatisfação da criança, que ainda não aprendeu a expressar as suas frustrações e recorre à birra por ser a ferramenta mais acessível que possui para demonstrar que algo...

Por que a birra acontece e como os pais podem ajudar os seus filhos a superar um momento de birra?

A birra é a manifestação de uma insatisfação da criança, que ainda não aprendeu a expressar as suas frustrações e recorre à birra por ser a ferramenta mais acessível que possui para demonstrar que algo não vai bem. Saiba porque isso acontece e como você pode ajudar o seu filho.

Confira também o conteúdo dessa postagem no vídeo abaixo.

 

Introdução

Ao ler o termo “birra” talvez você já tenha se lembrado daquele fatídico dia no shopping ou no supermercado, quando por alguns minutos seu mundo se tornou bastante choro, olhares de outras pessoas e uma mãe ou pai ansiosos por conseguir ajudar seu filho a superar um momento de birra, não é mesmo?

A birra é mais comum do que se imagina. Na verdade, é uma forma de expressão natural e involuntária da criança, que não tendo seu cérebro amadurecido para expressar adequadamente as suas frustrações o faz, por exemplo, por meio do choro e de outras manifestações que vêm à tona no momento da birra.

Você pode ajudar o seu filho a sair de uma birra e transformar o momento em uma oportunidade de aprendizado e acolhimento. Entenda melhor abaixo e saiba o que fazer.

Por que a birra acontece?

Como explica a psicóloga Talita Espíndula no vídeo para o blog que está no início desta postagem, a birra é a manifestação de uma insatisfação da criança, que ainda não aprendeu a manifestar suas frustrações e recorre a essa por ser a ferramenta mais acessível naquele momento para demonstrar que algo não vai bem.

Imagine um iceberg. A parte visível do iceberg seria a birra, já a parte submersa seriam os motivos que levaram a criança àquela birra, como: sono, fome ou o cansaço que ela estava sentindo naquele momento.

Como em média o cérebro humano demora até vinte anos para amadurecer, nos primeiros anos de vida de uma pessoa a parte racional e lógica do cérebro ainda não se desenvolveu por completo e os instintos que afloram são o de luta e o de fuga. É nos instintos de luta e de fuga que a birra acaba encontrando espaço.

Então, como a criança ainda não aprendeu a externalizar as suas insatisfações, faz isso por meio dos recursos que possui na sua caixa de ferramentas, e muitas vezes o recurso mais acessível é a birra.

Como os pais podem ajudar a criança durante a birra?

Nesse momento é necessário ter muita calma. Durante a birra os pais precisam manter a paciência, entendendo que a criança não está fazendo a birra propositalmente ou racionalmente. Calma e paciência serão necessários para que você consiga sair daquele momento de crise encontrando um caminho viável, eficaz, respeitoso e acolhedor para o seu filho.

O adulto – aquele que na situação de birra é quem tem o cérebro amadurecido – deve ajudar a criança a superar o momento.

Os pais devem acolher a criança e validar o sentimento dela, identificando ainda qual é o motivo maior que está por trás da crise (fome ou sono, por exemplo) para também suprir esse motivo maior.

Esclarece a psicóloga Talita Espíndula que, a abordagem dos pais deve levar em consideração ainda, a idade da criança. Quando muito pequena, vale direcionar a atenção da criança naquele momento de birra para outra coisa que não seja o motivo que provocou a crise. Já quando a birra acontecer em crianças um pouco maiores, os pais devem conversar com a criança, ajudando-a a entender o que ela está sentindo e o porquê de não poder ter o que deseja naquele momento.

As birras fazem parte dessa maravilhosa etapa da vida que é a infância e é uma manifestação comum, natural e esperada em crianças, que ao longo do seu desenvolvimento vão aprendendo a expressar as suas insatisfações de outras formas.

O fundamental é que o adulto acolha e valide os sentimentos da criança, buscando caminhos afetuosos e respeitosos para ajudá-la a superar a birra.
Lembre-se de que a criança é protagonista no seu processo de desenvolvimento e sempre que possível deve ser incluída na compreensão da birra, dos motivos que levaram à birra, das razões pelas quais ela não pode ter o que deseja naquele momento e em como o problema pode ser superado sem voltar a se repetir.

Acesse o blog da Upuerê, veja também outros posts com conteúdos muito interessantes e aproveite para conhecer melhor a Escola Upuerê.

https://www.upuere.com.br/wp-content/uploads/2021/07/logo-upuere-horizontal-rodape.png
Upuerê Educação Infantil

Somos referência em Educação Infantil no ES, desde 1993. Prezamos pelo desenvolvimento das crianças como cidadãs do mundo.

Receba nossas novidades

Cadastre-se em nossa newsletter e se mantenha atualizado sobre tudo o que acontece na Upuerê.

    Tecnologia Tipz

    Agradecemos a sua visita

    Comunicamos que encerramos as nossas atividades no dia 22/12/2023. 

    À todas as famílias, colaboradores e parceiros, muito obrigado. Fique à vontade para navegar em nosso site e aproveitar todo o conteúdo, feito com muito carinho para todos que têm a alegria de ter crianças em suas vidas.