Memória infantil estimulada por ambiente e alimentos saudáveis

13 de outubro de 2022

A interação familiar, ainda na gestação, é sentida pelo bebê e o aprendizado é armazenado na chamada “memória corporal”. É o que sugere estudo publicado no Portal EBC, em que os pesquisadores apontam que o desenvolvimento da criança na gestão inclui não só o amadurecimento físico, mas, também, as experiências enquanto está na barriga da...

A interação familiar, ainda na gestação, é sentida pelo bebê e o aprendizado é armazenado na chamada “memória corporal”. É o que sugere estudo publicado no Portal EBC, em que os pesquisadores apontam que o desenvolvimento da criança na gestão inclui não só o amadurecimento físico, mas, também, as experiências enquanto está na barriga da mãe – desde o seu estágio fetal, que ocorre durante a oitava semana até o parto. A partir desta fase, a criança é capaz de preservar na memória sensações como carícias, sons e luzes, mesmo que, ao crescer, ela não se lembre. Após o nascimento, a memória permanece sendo preenchida por aprendizados e experimentações.

Pesquisa publicada na revista Memory mostra que as primeiras memórias que as pessoas podem se recordar são a partir dos dois anos e meio de idade. Os pesquisadores chegaram a essa conclusão ao comparar as memórias de 697 participantes às de seus pais. No geral, as primeiras memórias das crianças são de antes de quando elas pensam que aconteceu.

A psicóloga que atua na Upuerê Educação Infantil, Talita Espíndula, afirma que, para que a capacidade de preservar memórias seja mantida, é essencial manter estímulos durante a infância.

Brincadeiras que exploram a relação entre criança, natureza e outras pessoas, assim como um ambiente familiar agradável que deixe a criança confortável e atividades ao ar livre, ativam o lado cognitivo do cérebro e podem proporcionar a potencialização da memória durante a infância e, consequentemente, preservá-la para as próximas fases da vida”, explica a especialista.

Alimentos potencializadores de memória

Para Dayanna Miranda Camizão, é indispensável que pais e responsáveis estejam sempre atentos ao que seus filhos consomem e sempre busquem novas maneiras de introduzir bons alimentos na dieta das crianças, para, assim, estimular o desenvolvimento da memória infantil.

“Hortaliças de coloração verde-escura, por exemplo, concentram um mix de substâncias parceiras do sistema nervoso. Assim como o espinafre, que fornece quantidades consideráveis de luteína ao organismo – substância que faz parte de uma família de pigmentos conhecida como carotenóides, que contribui para a saúde cerebral. Estudos mostram, ainda, que outros alimentos podem ser estimulantes para a memória na infância, como o abacate, peixe, azeite de oliva, etc”, ressalta a nutricionista, que também atua na Upuerê Educação Infantil.

https://www.upuere.com.br/wp-content/uploads/2021/07/logo-upuere-horizontal-rodape.png
Upuerê Educação Infantil

Somos referência em Educação Infantil no ES, desde 1993. Prezamos pelo desenvolvimento das crianças como cidadãs do mundo.

Receba nossas novidades

Cadastre-se em nossa newsletter e se mantenha atualizado sobre tudo o que acontece na Upuerê.

    Tecnologia Tipz

    Agradecemos a sua visita

    Comunicamos que encerramos as nossas atividades no dia 22/12/2023. 

    À todas as famílias, colaboradores e parceiros, muito obrigado. Fique à vontade para navegar em nosso site e aproveitar todo o conteúdo, feito com muito carinho para todos que têm a alegria de ter crianças em suas vidas.