Destaque HomeNutriçãoConsumo de alimentos orgânicos ajuda no desenvolvimento infantil

7 de julho de 2022

Estudo mostra que houve aumento do consumo de alimentos orgânicos no Brasil de, em média, 19% a 31% em comparação a 2019. Especialista capixaba explica os benefícios desse estilo de alimentação e o papel da escola no incentivo às crianças.

A alimentação é um mundo de descobertas na fase infantil. São novos sabores e texturas experimentados todos os dias e o visual do alimento é crucial para que a escolha seja positiva para saboreá-lo. Compreender que é nessa fase que os gostos começam a ser moldados, individualmente, é de suma importância para criar estratégias de incentivo à criança, para que ela tenha oportunidade de explorar a alimentação em suas variadas formas de preparo, como no formato orgânico – alimentos que, desde o plantio até chegar ao ponto de consumo final, não passam por processos industriais e tratamentos com agrotóxicos. O Panorama do Consumo de Orgânicos no Brasil em 2021, realizado pela Associação de Promoção dos Orgânicos (Organis), aponta que houve um aumento de 19% a 31% no consumo de produtos orgânicos no país em comparação com o levantamento feito em 2019, e a saúde é o principal motivo associado ao consumo desse estilo de alimentação, segundo os entrevistados.

Dayanna Miranda Camizão, nutricionista da Upuerê Educação Infantil, reforça que a alimentação natural é benéfica em todos os sentidos e inseri-la já na infância aumenta a garantia da saúde ao longo da vida. “A alimentação orgânica oportuniza uma culinária mais rica em nutrientes, como também oferece às crianças um contato mais próximo com a natureza e os alimentos em si, e isso pode ser incentivado em todos os espaços, tanto na escola, quanto em casa. Atividades como o cultivo de uma horta, a conscientização do processo de crescimento das hortaliças e a participação no preparo são ensinamentos que incentivam a alimentação mais saudável e orgânica desde a infância”, explica.

Quais as melhorias proporcionadas pelos alimentos orgânicos?

A especialista comenta que a alimentação mais limpa e natural é comprovada, cientificamente, como auxiliadora à promoção da saúde. É o que confirma pesquisa publicada na revista inglesa British Journal of Nutrition, que afirma que carne e laticínios orgânicos têm uma concentração 50% maior de ômega 3 e  ácido graxo, que estão ligados ao desenvolvimento neurológico. “Alimentos que não sofrem processos químicos e industriais possuem os nutrientes originais e mais concentrados, o que, certamente, auxilia no desenvolvimento infantil de forma significativa. Por isso, optar por uma alimentação orgânica é sempre uma ótima escolha”, comenta Dayanna.

https://www.upuere.com.br/wp-content/uploads/2021/07/logo-upuere-horizontal-rodape.png
Upuerê Educação Infantil

Somos referência em Educação Infantil no ES, desde 1993. Prezamos pelo desenvolvimento das crianças como cidadãs do mundo.

Receba nossas novidades

Cadastre-se em nossa newsletter e se mantenha atualizado sobre tudo o que acontece na Upuerê.

    Tecnologia Tipz

    ×