NutriçãoNutricionista capixaba comenta a importância da alimentação na escola

28 de julho de 2021

Pesquisas apontam alto consumo de alimentos ultraprocessados por crianças. Nossa nutricionista alerta para os riscos e chama atenção para o aprendizado do comer bem.

A alimentação saudável é um direito ​de todas as crianças, garantido pela constituição brasileira. A família e ​escola devem fazer parte do processo educacional, para que os pequenos cultivem o hábito de comer bem. Informações divulgadas pelo Sistema de Vigilância Alimentar e Nutricional (Sisvan), em  2018, apontam que 49% das crianças de 6 a 23 meses consomem alimentos ultraprocessados, 33% delas ingerem bebidas adoçadas e 32,3% comem macarrão instantâneo, salgadinhos de pacote ou biscoitos salgados, os números soam como um alerta para os pais. A nutricionista Dayanna Miranda Camizão, comenta que para termos adultos com uma consciência alimentar adequada, é preciso trabalhar este assunto desde a infância.

Segundo Dayanna, os alimentos são classificados como in natura, minimamente processados, processados e ultraprocessados. Ela alerta que, quanto mais industrializados os alimentos são, maior será a quantidade de açúcares, gorduras, sódio, aditivos químicos e conservantes. “Esses alimentos acabam se tornando pobres em nutrientes e extremamente calóricos. Consumi-los sem moderação, pode levar as crianças ao sobrepeso, seletividade alimentar e consequentemente torná-las adultos hipertensos, diabéticos, além de outras doenças que podem estar relacionadas com a má alimentação. Então, a regra ideal seria ‘desembalar menos e descascar mais’”, alerta a nutricionista.

Escola é lugar de aprender a comer bem

A profissional, que atua na escola Upuerê Educação Infantil, reforça a importância de se trabalhar o consumo de alimentos saudáveis desde a infância. “Durante as refeições também é um momento de grande aprendizado, onde, por meio do exemplo e da conversa, se aprende a comer bem e a importância disso. Os registros do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística apontam que uma em cada três crianças, com idade entre cinco e nove anos, está acima do peso. A escola é um ambiente propício para todo o tipo de aprendizado e a alimentação saudável também deve ser estimulada, desde a sala de aula até o refeitório, devem ser transmitidas a importância do comer saudável e colocar em prática. Por esse motivo, incluímos frutas, verduras e alimentos naturais na alimentação dos nossos alunos. Esse hábito deve se estender em casa, com a simples regra de um almoço variado com cores e texturas diferentes, ao menos 5 cores diferentes no prato”, explica Dayanna.

https://www.upuere.com.br/wp-content/uploads/2021/07/logo-upuere-horizontal-rodape.png
Upuerê Educação Infantil

Somos referência em Educação Infantil no ES, desde 1993. Prezamos pelo desenvolvimento das crianças como cidadãs do mundo.

Receba nossas novidades

Cadastre-se em nossa newsletter e se mantenha atualizado sobre tudo o que acontece na Upuerê.

    Tecnologia Tipz

    ×