Desenvolvimento InfantilDestaque HomeEstudo indica que a interação é fundamental para a autonomia infantil

12 de maio de 2022

Pesquisa realizada pela Universidade Federal da Paraíba aponta que propor atividades interativas para crianças, principalmente nos anos iniciais, possibilita o surgimento e o aprimoramento de capacidades motoras, cognitivas e sociais, além de outras habilidades.

As crianças são ativas, cheias de energia e estão sempre aprendendo novas formas de exercitar as muitas funções do corpo humano. Para tal processo de aprendizagem, existem diversas ferramentas que podem ser utilizadas para contribuir com o desenvolvimento cognitivo delas, como a adoção de atividades interativas em sua rotina escolar, familiar e entre amigos, que envolva, principalmente, outras crianças, de diferentes ou mesmas idades. Uma pesquisa realizada pela Universidade Federal da Paraíba sobre ações que favorecem o desenvolvimento intelectual e social da criança aponta que a interação dos mais novos entre eles mesmos, os objetos, as brincadeiras e os alimentos possibilita suas capacidades motoras, cognitivas e sociais, além de desenvolver habilidades relacionadas à memória e à imaginação. O estudo também indica que a interação é fundamental para a construção da autonomia infantil, que é estimulada ao se deparar com propostas que envolvem regras e a interação direta com outras crianças.

Para Aparecida Epichin, as atividades interativas oferecem mais que capacidades que contribuem para o desenvolvimento social e cognitivo das crianças, principalmente nos anos iniciais. “Com o apoio dos educadores e dos pais, ao propor uma tarefa lúdica que promove a interação, que não significa ser apenas entre as pessoas, as crianças se sentem mais envolvidas com a possibilidade de descobrir novas texturas, cores, habilidades e expressões. Como elas estão em fase de aprendizado sobre a vida de um modo geral, esse tipo de atividade é fundamental para exercitar atributos que podem desenvolver ainda mais à medida que vão crescendo e levar essas habilidades para o futuro enquanto cidadãos do mundo”, explica a diretora pedagógica da Upuerê Educação Infantil.

 

Quais atividades interativas podem ser propostas?

Atendimento IndividualizadoAparecida afirma que, nos anos iniciais, atividades interativas para crianças são fundamentais. Assim, os exercícios propostos podem ser variados, a partir do que se pretende desenvolver. “Para a construção motora e social, por exemplo, podemos sugerir atividades esportivas, ao ar livre, que promovam o uso dos membros e a comunicação em equipe. Também podem ser elaboradas atividades apenas para conhecimento de objetos e alimentos, como visitar um pomar, para que as crianças tenham contato com as frutas e verduras. Nessas propostas, o educador e os pais têm papel fundamental na maneira de transmitir aprendizados aos mais novos, para que eles sejam os protagonistas do processo de construção cognitiva”, comenta a diretora pedagógica.

Por que as atividades interativas são essenciais?

Entre as melhorias que a interação promovida pelas atividades propostas para as crianças, estão:

  • Aprendizagem e aprimoramento de habilidades;
  • Desenvolvimento cognitivo, motor e social;
  • Descoberta de talentos e novas visões;
  • Surgimento de novas maneiras de se expressar.
https://www.upuere.com.br/wp-content/uploads/2021/07/logo-upuere-horizontal-rodape.png
Upuerê Educação Infantil

Somos referência em Educação Infantil no ES, desde 1993. Prezamos pelo desenvolvimento das crianças como cidadãs do mundo.

Receba nossas novidades

Cadastre-se em nossa newsletter e se mantenha atualizado sobre tudo o que acontece na Upuerê.

    Tecnologia Tipz

    ×